Detido por violência doméstica em Lagos

O Comando Territorial de Faro da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Especificas (NIAVE) de Portimão, no dia 12 de novembro, deteve um homem de 45 anos por violência doméstica, em Lagos.

No decurso de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito agredia e ameaçava de morte a vítima, sua companheira de 41 anos, realizando estas ações na presença dos filhos em comum ou no local de trabalho da vítima.

Pub

A GNR adianta no comunicado que foi possível apurar-se ainda que, nos últimos meses, verificou-se um escalar de ameaças e de violência física contra a companheira, estendendo-se aos filhos quando tentavam por termo às agressões, levando a que temessem pela sua vida.

No decorrer das diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de detenção, tendo o suspeito sido presente ao Tribunal Judicial de Albufeira, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de afastamento e proibição de contactos, por qualquer meio, com a vítima, bem como a proibição de adquirir armas ou munições e de entregar as que tenha em sua posse.

Pub
Mais em Sociedade
Helena Carreiras
Ministra da Defesa preside à cerimónia militar do Dia da Marinha em Faro no domingo

As celebrações do Dia da Marinha em Faro encerram amanhã, domingo, 22, com especial destaque para a cerimónia militar no jardim Manuel Bivar

Portimão
Semana Intercultural junta comunidades de migrantes de Portimão

A Semana Intercultural de Portimão vai decorrer entre 23 e 29 de maio, sob o mote da diversidade cultural, visando “promover a vivência das

Vila do Bispo
Proteção Civil de Vila do Bispo “ganha” tenda insuflável e gerador trifásico

O município de Vila do Bispo adquiriu uma tenda insuflável de 42 metros quadrados, um gerador trifásico e outros equipamentos essenciais para

GNR
GNR deteve 239 pessoas por condução sob efeito de álcool na última semana

A GNR deteve 239 pessoas por condução sob efeito de álcool na última semana em todo o país, num total de 517 detidos em flagrante delito,