Danos e destroços são vistos após uma erupção devastadora de tornados que atingiu Bowling Green Kentucky, EUA em 12 de dezembro de 2021 / Reuters

EUA: Kentucky retoma contagem de mortes após os tornados

Número de vítimas pode ser menor do que o anteriormente previsto

Equipas de resgate voltaram a vasculhar os escombros nesta segunda-feira (13) segundo a Agência Reuters, na esperança de serem encontrados sobreviventes da bateria de tornados mortíferos que devastou seis estados, enquanto funcionários de Kentucky tentam determinar quantas pessoas morreram.

O presidente dos EUA, Joe Biden, declarou neste domingo um grande desastre federal em Kentucky, abrindo caminho para ajuda federal adicional, segundo revelou a Casa Branca. O governador do Kentucky, Andy Beshear, solicitou formalmente a declaração no início do dia.

Pub

Beshear estimou o número de mortos no desastre de sexta-feira em 80, mas que provavelmente aumentará para mais de 100, embora mantendo a esperança de que o número de desaparecidos numa fábrica de velas que foi destruída fosse muito menor do que se acreditava anteriormente, possivelmente resultando numa revisão para menos vítimas.

A Reuters recorda que a fábrica ficava em Mayfield, uma cidade de cerca de 10.000 habitantes no canto sudoeste do Kentucky, onde um tornado destruiu não apenas a fábrica de velas, mas também as instalações da polícia e dos bombeiros locais. Casas foram achatadas ou ficaram sem telhados, árvores gigantes foram arrancadas e a sinalética das ruas mutilada.

Estima-se que 70 das 110 pessoas que trabalhavam na fábrica estejam mortas, mas um porta-voz da empresa neste domingo (12) estimou o número em 16, no máximo, dizendo que oito trabalhadores no local foram confirmados como mortos e oito estavam desaparecidos.

"Houve alguns relatos iniciais de que até 70 poderiam estar mortos na fábrica. Um é muito, mas agradecemos a Deus porque o número está a revelar-se é muito, muito menor", disse Bob Ferguson, porta-voz da Mayfield Consumer Products.

Pub

No domingo anterior, segundo a Reuters, Beshear não confirmou um número menor de mortes, mas disse que informações não confirmadas da empresa podem ser "o milagre que esperávamos".

A vice-governadora do Kentucky, Jacqueline Coleman, e as autoridades locais programaram uma visita ao local dos danos causados ​​pela tempestade no condado de Taylor na manhã de hoje (13), segunda-feira, e assim informar os repórteres na cidade de Campbellsville, cerca de 320 km a leste de Mayfield.

Reportagem de Gabriella Borter Edição de Robert Birsel

Pub
Mais em Internacional
Manto de neve cobre parte do sul do Brasil

Um manto de neve cobriu partes do estado de Santa Catarina no sul do Brasil que desde há alguns dias enfrenta uma invulgar vaga de frio

Portugal apoia Polónia com € 50 milhões em produtos e materiais

António Costa anunciou doação no valor de 50 milhões de euros, desde casas pré fabricadas até produtos farmacêuticos.

Primeiro caso brasileiro infetado com varíola de macaco na Alemanha

Infectado tem 26 anos e passou antes por Portugal e Espanha Na Alemanha, autoridades sanitárias…

Elon Musk reúne-se com o governo do Brasil pela ‘Amazónia’

Reunião centrada em “Conectividade e Proteção da Amazónia”. O multimilionário Elon Musk, dono da SpaceX e que recentemente…