Foto: © AFP 2021 / Alberto Pizzoli

Itália prevê quarta dose da vacina contra Covid-19 em maio

Nesta segunda-feira (27), o assessor científico do Ministério da Saúde da Itália, Walter Ricciardi, afirmou que a Itália testemunhará um aumento nos casos de Covid-19 em janeiro e iniciará a aplicação da quarta dose da vacina contra a doença em maio ou junho de 2022.
A declaração do assessor científico do MS da Itália, segundo o Sputnick News, é parte de uma entrevista publicada pelo jornal italiano Il Messaggero.
"O aumento do número de casos é rápido, mas com a vacina isso exerce pouca pressão no sistema hospitalar em relação ao ano passado. Em janeiro, haverá mais de 100 mil casos registados diariamente" disse Ricciardi.
O especialista acrescentou que, em tais circunstâncias, as novas restrições com o objetivo de conter a propagação da Covid-19 serão aplicadas apenas a pessoas não vacinadas ou a algumas regiões do país.
Comentando sobre a decisão da Alemanha e de Israel de iniciar uma quarta rodada de vacinação contra a doença, Ricciardi disse que para a Itália ainda é prematuro considerar essa questão.
"Precisamos realizar [a aplicação da] terceira dose. Depois disso, sim, precisaremos da quarta dose [...]. No entanto, começaremos no mínimo daqui a alguns meses, em maio ou junho", adiantou Ricciardi.
Na passada semana, a Itália registou um número significativo de casos de Covid-19, com a incidência diária a aumentar de 30.738, na terça-feira (21), para 54.787, no domingo (26) - o que constitui um recorde desde o início da pandemia.
Conforme dados do site Our World in Data, citados pelo Sputnick News, 80% dos italianos receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19, enquanto 74% estão totalmente vacinados. Já a dose de reforço alcançou cerca de 28% da população italiana.
A Itália acumula um total de 136 mil mortes causadas pela Covid-19, além de 5,6 milhões de casos confirmados da doença.

Pub
Mais em Internacional
Manto de neve cobre parte do sul do Brasil

Um manto de neve cobriu partes do estado de Santa Catarina no sul do Brasil que desde há alguns dias enfrenta uma invulgar vaga de frio

Portugal apoia Polónia com € 50 milhões em produtos e materiais

António Costa anunciou doação no valor de 50 milhões de euros, desde casas pré fabricadas até produtos farmacêuticos.

Primeiro caso brasileiro infetado com varíola de macaco na Alemanha

Infectado tem 26 anos e passou antes por Portugal e Espanha Na Alemanha, autoridades sanitárias…

Elon Musk reúne-se com o governo do Brasil pela ‘Amazónia’

Reunião centrada em “Conectividade e Proteção da Amazónia”. O multimilionário Elon Musk, dono da SpaceX e que recentemente…