Barriguinhas

«Conversas com Barriguinhas» esclarecem dúvidas em Tavira e Portimão

As «Conversas com Barriguinhas» vão organizar sessões presenciais em Tavira e Portimão, nos próximos dias 20 e 24 de janeiro, às 16:00 horas, para ajudar a promover a saúde da mãe e o desenvolvimento saudável do bebé.

A sessão presencial a decorrer em Tavira, amanhã, dia 20 de janeiro, na Farmácia Central, vai contar com o contributo da enfermeira Patrícia Jerónimo, especialista em Saúde Materna e Obstétrica, para abordar os «Sinais de alerta no recém-nascido».

Pub

Já em Portimão, a 24 de janeiro, no HUB Ativo – Business Center & Web Design, a fisioterapeuta Inês Lopes vai falar sobre os cuidados com o períneo.

Para participar nas «Conversas com Barriguinhas», é necessário fazer a inscrição prévia gratuita na plataforma online (inscrições para Tavira aqui e para Portimão aqui).

Após a confirmação de presença no evento, os pais inscritos recebem um contacto para agendar a ida ao local em segurança, onde poderão ainda usufruir de ofertas de vales em marcas de puericultura.

Em ambas as sessões, os futuros pais ficarão ainda a saber tudo sobre as células estaminais presentes no cordão umbilical do bebé e como constituem uma opção terapêutica para todos, no tratamento de mais de 80 doenças.

Pub

Vai estar presente um especialista em células estaminais do laboratório Crioestaminal, o único com acreditação internacional pela Associação de Bancos de Sangue (AABB), para esclarecer as dúvidas mais comuns sobre o processo de criopreservação.

Pub
Mais em Saúde
Covid-19: idosos recebem a partir de hoje a 2a dose de reforço

Previsto para o início do outono, a aplicação da 2a dose de reforço foi antecipada devido ao aumento de infeções no país.

Vila Nova de Milfontes recebe ação de promoção de hábitos saudáveis

“Tudo em Prol do Coração!” é o lema da iniciativa agendada para o dia 27…

Médicos
Governo abre 17 vagas com incentivos para captar médicos para o Algarve

O Governo determinou as zonas geográficas do país onde se sente carência de médicos para efeitos de atribuição de incentivos à sua fixação,

Algarve vai ter unidade especializada para pessoas trans

Lisboa e Algarve vão passar a ter duas unidades especializadas para atendimento e acompanhamento de pessoas trans, cuja aberta está prevista