Covid-19
(Foto de Arquivo: CM Castro Marim)

Covid-19: Testagem gratuita em Castro Marim às quintas-feiras

A Unidade Móvel de Saúde de Castro Marim vai disponibilizar testagem gratuita à Covid-19 todas as quintas-feiras, anunciou a autarquia local.

O centro de testagem estará habitualmente disponível na praça 1.º de Maio, entre as 10:00 e as 13:00 horas. No entanto, a primeira ação de testagem será realizada já amanhã, quinta-feira, 20, no Pavilhão Municipal de Castro Marim, no mesmo horário matinal.

Pub

A testagem é gratuita e aberta a toda a população mas a marcação é obrigatória e deve ser feita através do site do Algarve Biomedical Center (ABC).

A iniciativa é fruto da colaboração do município de Castro Marim com o Algarve Biomedical Center (ABC), que está a realizar testes rápidos gratuitos à Covid-19 ao abrigo do regime de comparticipação de testes antigénio do Serviço Nacional de Saúde. Assim, cada utente (a partir dos 6 anos de idade) poderá realizar até quatro testes por mês.

Com este reforço da capacidade de testagem, o município de Castro Marim espera conseguir “controlar a evolução da pandemia no concelho, que tem, consecutivamente, atingido números preocupantes”.

A autarquia e as juntas de freguesia de todo o concelho estão disponíveis para apoiar as inscrições ou prestar mais informações através dos seguintes contactos:

Pub

Câmara Municipal de Castro Marim – 964 898 288

Junta de Freguesia de Castro Marim – 281 531 138

Junta de Freguesia de Altura – 281 956 680

Junta de Freguesia de Azinhal – 281 495 187

Junta de Freguesia de Odeleite – 281 495 148

Pub
Mais em Saúde
Covid-19: idosos recebem a partir de hoje a 2a dose de reforço

Previsto para o início do outono, a aplicação da 2a dose de reforço foi antecipada devido ao aumento de infeções no país.

Vila Nova de Milfontes recebe ação de promoção de hábitos saudáveis

“Tudo em Prol do Coração!” é o lema da iniciativa agendada para o dia 27…

Médicos
Governo abre 17 vagas com incentivos para captar médicos para o Algarve

O Governo determinou as zonas geográficas do país onde se sente carência de médicos para efeitos de atribuição de incentivos à sua fixação,

Algarve vai ter unidade especializada para pessoas trans

Lisboa e Algarve vão passar a ter duas unidades especializadas para atendimento e acompanhamento de pessoas trans, cuja aberta está prevista