UAlg

São Brás de Alportel apoia investigação da UAlg na área da gaguez

Voluntários vão receber vales de compras de 25 euros para usufruir no comércio local

O município de São Brás de Alportel assinalou hoje, de forma presencial, o protocolo de colaboração com a Universidade do Algarve (UAlg) para apoiar o desenvolvimento de um projeto de investigação dedicado ao conhecimento da gaguez.

Trata-se de uma investigação que visa estudar as bases neurais subjacentes à gaguez crónica e que foi recentemente distinguida com o prémio Pharmis – SPTF dada pela Sociedade Portuguesa de Terapia da Fala.

Pub

O estudo, destinado a maiores de 18 anos com gaguez, integra uma primeira fase de análise e uma segunda dedicada à intervenção especializada. Os interessados deverão inscrever-se através deste link.

A investigação está a ser realizada na UAlg pelos investigadores João Correia e Mónica Rocha, também filiados e apoiados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e pelo Centro Hospitalar Universitário do Algarve.

“João Correia tem as suas raízes familiares em São Brás de Alportel. Mónica Rocha é são-brasense de coração. Ambos muito orgulham o município pelo seu dedicado e meritório trabalho”, salienta o executivo.

A colaboração do município nesta área vai apoiar o processo de realização de inquéritos a voluntários que irão receber vales de compras de 25 euros que podem usufruir em 47 estabelecimentos do comércio local são-brasense.

Pub

Com este apoio, o município desenvolve as suas competências nos domínios da ciência, saúde, promoção do desenvolvimento e da cooperação externa e procura ainda apoiar o comércio local. “Apostar na ciência é abrir caminho ao futuro”, salienta a autarquia.

Pub
Mais em Educação & Ciência
Loulé
Projeto europeu avaliou políticas de integração de migrantes e refugiados

Um estudo que avaliou as políticas de integração de migrantes não comunitários e refugiados em…

Alunos do Piaget de Silves realizam técnicas de mobilização

Os estudantes da licenciatura de Fisioterapia do Instituto Piaget de Silves realizaram técnicas de mobilização dos tecidos moles em crianças.

El Camino foi feito pelo AEFFL Olhão

O Agrupamento de Escolas Francisco Fernandes Lopes, de Olhão, marcou presença em mais uma mobilidade de alunos que decorreu em Espanha.

Água sem fronteiras passa por Albufeira

Os alunos integrados no projeto “Water Without Borders” (Água sem Fronteiras) foram recebidos no Salão Nobre dos Paços do Concelho…