Suriname, 20 de janeiro de 2022. REUTERS /Ranu Abhelakh

Bolsonaro interrompe viagem à Guiana devido a falecimento da mãe

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro interrompeu a sua primeira visita oficial à vizinha Guiana nesta sexta-feira (21) assim que teve conhecimento de que sua mãe morreu, o que significa que, segundo a Reuters, as negociações sobre uma planeada aliança energética sul-americana tiveram que ser adiadas.

Bolsonaro disse que sua mãe Olinda Bonturi Bolsonaro morreu aos 94 anos sem revelar a causa da morte.

Pub

"Com profundo pesar comunico o falecimento de minha querida mãe. Que Deus a receba em Sua infinita bondade. Neste momento estou me preparando para voltar ao Brasil", escreveu Bolsonaro no seu post no Twitter, citado pela Agência Reuters.

Bolsonaro, que se encontrou com o presidente do Suriname Chandrikapersad Santokhi em Paramaribo na quinta-feira, de acordo com a mesma notícia da Reuters, deveria voar para Georgetown para se encontrar com o colega guianense Mohamed Irfaan Ali esta sexta-feira, antes de retornar a Brasília no final do dia.

A primeira viagem oficial de Bolsonaro à Guiana e ao Suriname teve como objetivo discutir os passos para a construção de uma infraestrutura que compartilharia melhor a energia e os recursos naturais dos países sul-americanos.

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro em conferência de imprensa, após se encontrar com seu colega surinamês Chandrikapersad Santokhi, iria reunir-se com o seu colega guianense Irfaan Ali para discutir cooperação económica após recentes descobertas de petróleo e gás pelo Suriname e Guiana, em Paramaribo.

Pub

Pub
Artigos Relacionados
Mais em Internacional
Brasil: fim do estado de emergência em saúde pública Covid-19

Chegou ao fim, neste domingo (22), o estado de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN),…

Brasileiro encontrado morto com abraçadeiras no pescoço

O corpo do brasileiro, natural de Minas Gerais, foi encontrado na região de Cabo da…

Manto de neve cobre parte do sul do Brasil

Um manto de neve cobriu partes do estado de Santa Catarina no sul do Brasil que desde há alguns dias enfrenta uma invulgar vaga de frio

Portugal apoia Polónia com € 50 milhões em produtos e materiais

António Costa anunciou doação no valor de 50 milhões de euros, desde casas pré fabricadas até produtos farmacêuticos.