Jamila Madeira sublinha “falta de compromissos do PSD” (c/vídeo)

A cabeça-de-lista do Partido Socialista pelo Algarve, Jamila Madeira, criticou hoje a total ausência de compromissos do PSD com o Algarve em matéria de saúde.

“O PSD veio ao Algarve falar de saúde e sobre o Hospital nem uma palavra! No programa nacional nada dizem, no programa regional falam em considerar o investimento do Hospital Central do Algarve e vem o Dr. Rui Rio ao Algarve e sobre o tema nada”, afirmou Jamila Madeira.

Veja AQUI o vídeo com as declarações de Jamila Madeira

Pub

“De facto, fica claro que quem quer acabar com a saúde universal e tendencialmente gratuita não pode querer construir o Hospital Central do Algarve, um investimento de 300 milhões de euros que fará a diferença na saúde no Algarve,” acrescentou a candidata socialista, sublinhando que “fica claro que quem quer privatizar a saúde não estaria hoje a dar nova casa ao antigo Hospital de Lagos, e relocalizando-o no edifício do ex-Hospital de São Gonçalo e recuperando dignidade, qualidade e a capacidade cirúrgica há muito perdidas”, lê-se em comunicado de imprensa emitido pela candidatura socialista.

“Os algarvios precisam deste investimento e só o PS se compromete com o investimento no Hospital Central do Algarve! Só António Costa assumiu compromissos com o Algarve! Este investimento é um compromisso regional mas é também um compromisso inscrito no programa nacional do PS. António Costa assumiu isso mesmo” referiu Jamila Madeira, enfatizando que “nunca dissemos que seria fácil, mas falamos verdade e por isso pedimos esta oportunidade às algarvias e aos algarvios.”

“O trabalho que temos em curso não pode parar” acrescentou, pormenorizando que “reavaliávamos o concurso que o PSD parou, verificámos a sua validade e premissas e, por isso, estamos mesmo quase em condições de avançar e, se o conseguirmos, avançaremos ainda mais depressa que o Hospital de Lisboa. Temos que continuar a avançar e só juntos seguimos e conseguimos”.

No domínio da saúde, a candidata socialista recordou que “temos também 39 milhões de euros de investimento previsto nos cuidados de saúde primários a avançar e que mudará a assistência de proximidade, o Algarve Biomedical Center, o centro de referência oncológico, o centro de envelhecimento ativo e a unidade de procriação medicamente assistida. O Algarve não pode parar”, conclui.

Pub

Pub
Mais em Política
CHUA
Chega organiza vigília pela construção do Hospital Central do Algarve

O Chega vai organizar uma vigília pela construção do Hospital Central do Algarve, no próximo dia 27 de maio, em redor das atuais instalações

Parlamento
PS apresenta proposta de alteração ao OE2022 para apressar Hospital Central do Algarve

Os deputados do Partido Socialista (PS) eleitos pelo Algarve apresentaram uma proposta de alteração do Orçamento do Estado para 2022 para

Chega
Deputado eleito pelo Algarve ouviu órgãos distritais do Chega

Pedro Pinto, deputado do Chega eleito pelo Algarve, esteve na sede regional do partido, em Faro, na passada sexta-feira, 3, para ouvir os

Bloco de Esquerda organizou Fórum da Água

Decorreu no passado dia 7 de maio no Centro Autárquico de Quarteira o Fórum da…