Foto: EuroNews (in vídeo)

Itália: impasse nas Presidenciais sem um fim à vista

Não tem fim à vista o impasse na eleição para o Presidente da República em Itália. A terceira ronda eleitoral não foi muito diferente das duas primeiras, terminando segundo veicula a EuroNews na sua notícia, com uma maioria de votos em branco.

O número de votos em branco, no entanto, tem vindo a cair de dia para dia.

Pub

Sergio Mattarella foi o nome mais votado mas o atual Chefe de Estado já anunciou não ter intenção de cumprir um segundo mandato de sete anos.

O Presidente da República em Itália, como esclarece a EuroNews, é escolhido no Parlamento por um grupo de 1009 grandes eleitores, entre Senadores, Deputados e representantes das regiões e não há candidatos no sentido tradicional do termo mas sim nomes propostos pelos diferentes partidos, que podem variar de dia para dia.

Na quarta ronda, que tem lugar esta quinta-feira, perceberemos se as principais forças partidárias chegaram a algum acordo e se estão prontas a avançar com os seus próprios candidatos.

Os nomes que foram avançados até agora estiveram longe de alcançar o apoio necessário e a partir desta quinta-feira, segundo a EuroNews, deixa de ser necessária uma maioria de dois terços para ser eleito e basta uma maioria simples, ou o apoio de 505 grandes eleitores para eleger o Presidente.

Pub

Primeira volta termina com vitória esmagadora dos votos em branco

Branco, branco, branco... 672 vezes branco, ou o número de votos em branco na primeira ronda da eleição para o Presidente da República de Itália, segundo a EuroNews, um resultado que espelha bem a dificuldade de encontrar um consenso entre os 1009 grandes eleitores (Senadores, Deputados e representantes das 20 regiões) que decidem quem será o próximo chefe de Estado do país.

A EuroNews escreve que não restou outra solução a Roberto Fico, Presidente do Parlamento, senão agendar uma nova ronda para esta terça-feira. Vence quem reunir dois terços dos votos, 673, ou uma maioria simples, 505 votos, mas só a partir da quarta volta.

Se tivermos em conta que o nome mais votado foi Paolo Maddalena, com 36 votos, é bem possível que o processo eleitoral se arraste durante vários dias.

Pub
Mais em Internacional
MbZ, “homem forte” do Médio Oriente, novo presidente dos EAU

Mohamed bin Zayed (MbZ), um dos homens mais poderosos do Médio Oriente, depois da morte do seu irmão Khalifa, tormou-se no novo emir de Abu Dabi …

Algarve: imóvel de € 10 milhões, de Abramovich, está ‘congelado’

Portugal mantém congelado desde março um imóvel valorizado em 10 milhões de euros que o oligarca russo Roman Abramovich tem no Algarve …

Chefe de inteligência da Ucrânia diz que Putin tem cancro

O chefe da inteligência militar da Ucrânia disse nesta sexta-feira (13) que o presidente russo, Vladimir Putin,…

Ucrânia e Rússia: o que você precisa saber agora

A Agência Reuters publicou uma análise atual aos acontecimentos e sua evolução ou consequências futuras da guerra na Ucrânia