BE

Líder parlamentar do BE esteve em Lagoa para exigir “médicos de família para todos”

Pedro Filipe Soares, líder parlamentar do Bloco de Esquerda (BE), e Bruno Maia, dirigente e candidato, juntaram-se à campanha para as Legislativas no Algarve, no concelho de Lagoa, para exigirem “médicos de famílias para todos”.

“O Bloco defendeu a necessidade de reinvestir nos cuidados primários no Algarve. A primeira prioridade é a contratação de médicos para que todos tenham acesso a médico de família, uma promessa de PS e PSD que já vem de décadas atrás”, sustenta o partido, em comunicado.

Pub

Além dessa exigência, que “mostra a importância da abertura de vagas em exclusividade” que o Bloco tem defendido, o partido quer “reconstruir a rede de centros de saúde que ficou profundamente debilitada depois dos anos da ‘troika’ e que continua por reforçar”.

Com José Gusmão, cabeça-de-lista do BE pelo Algarve em isolamento, por ter contraído Covid-19, o partido chamou Pedro Filipe Soares e Bruno Maia para uma ação de campanha junto ao centro de saúde de Lagoa.

O líder parlamentar do BE reafirmou o compromisso prioritário do partido com o Serviço Nacional de Saúde e falou dos investimentos “sistematicamente adiados” no Algarve a este nível.

Bruno Maia lembrou que todos os anos são formados 400 médicos, o que significa que “a carência de médicos de família pode ser suprida rapidamente se houver vontade política”.

Pub

“Para que todas as famílias tenham médico de família, precisamos de mais 600 profissionais nos centros de saúde. Esse objetivo é realista no prazo de um mandato”, apontou.

Por outro lado, João Vasconcelos, atual deputado eleito pelo Algarve e mandatário da candidatura, falou da situação das Alagoas Brancas em Lagoa, uma zona húmida de enorme biodiversidade que está ameaçada por um projeto para uma superfície comercial, projeto que tem merecido a oposição ativa do Bloco por configurar “um atentado contra o que deveria ser uma área protegida”.

Jorge Ramos, candidato e dirigente do BE/Lagoa, abordou o problema da habitação no Algarve e a necessidade de uma política de habitação a custos controlados. A delegação do BE visitou também a Cooperativa de Habitação Lagoense.

Pedro Filipe Soares lembrou que o Bloco “é a única força que elege no Algarve, além dos partidos do Bloco Central”, e que a manutenção desse deputado “é a única forma de garantir que a região não fica exclusivamente representada pelos partidos do bloco central”, além de ser igualmente “a melhor forma de garantir que a extrema-direita não elege pelo distrito de Faro”.

Pub
Mais em Política
CHUA
Chega organiza vigília pela construção do Hospital Central do Algarve

O Chega vai organizar uma vigília pela construção do Hospital Central do Algarve, no próximo dia 27 de maio, em redor das atuais instalações

Parlamento
PS apresenta proposta de alteração ao OE2022 para apressar Hospital Central do Algarve

Os deputados do Partido Socialista (PS) eleitos pelo Algarve apresentaram uma proposta de alteração do Orçamento do Estado para 2022 para

Chega
Deputado eleito pelo Algarve ouviu órgãos distritais do Chega

Pedro Pinto, deputado do Chega eleito pelo Algarve, esteve na sede regional do partido, em Faro, na passada sexta-feira, 3, para ouvir os

Bloco de Esquerda organizou Fórum da Água

Decorreu no passado dia 7 de maio no Centro Autárquico de Quarteira o Fórum da…