Tropas russas retomam ataques, Ucrânia diz que nunca pararam

O exército russo retomou a “ofensiva” após o adiamento da retirada de civis de duas cidades cercadas no sudeste da Ucrânia, uma delas Mariupol, informou esta tarde (05) o porta-voz do ministério russo da Defesa, Igor Konachenkov.

Devido à relutância da parte ucraniana de influenciar os nacionalistas ou de prolongar o ‘cessar-fogo’, as operações ofensivas recomeçaram após as 18:00, hora de Moscovo” (15:00 em Lisboa), disse numa mensagem em vídeo.

De acordo com a notícia avançada pela EuroNews, a prevista abertura de corredores humanitários em Mariupol e Volnovaja, para retirar a população civil, anunciada pela Rússia, foi suspensa, com ambas as partes a culparem-se.

Pub

A retirada de civis, que deveria começar no final da manhã, “foi adiada por razões de segurança”, já que as forças russas “continuam a bombardear Mariupol e os seus arredores”, explicou o município, numa mensagem divulgada na rede Telegram.

A Rússia tinha anunciado um cessar-fogo temporário a partir das 10:00 horas de hoje (05) em Moscovo (07:00 em Lisboa) para a abertura de corredores humanitários que permitissem a retirada de civis nas cidades ucranianas de Mariupol e Volnovaha.

Ucrânia acusa Rússia de não cumprir cessar-fogo

Para o governo ucraniano, segundo noticia a EuroNews, tratou-se de um golpe do exército russo para poder entrar nas cidades sem grandes confrontos.

Numa comunicação ao país, a vice-primeira ministra confirmou que foi acordado com as tropas russas parar os ataques às 09:00 AM, hora local.

Pub

Tal não aconteceu. A representante do governo acusa Putin de violar o compromisso que iria permitir ajudar dois importantes corredores humanitários a sair das zonas de conflito.

Pub
Mais em Internacional
EUA confirmam primeiro caso de varíola do macaco em 2022

Sintomas da doença incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, calafrios e…

Portugal recebe cabo da Google que liga Europa a África

Portugal recebeu um cabo submarino de fibra óptica de última geração da Google que liga…

António Costa visita esta semana Roménia, Polónia e Ucrânia

O primeiro-ministro António Costa, vai aproveitar a viagem que realiza esta semana à Roménia e…

Queda do avião chinês com 132 pessoas a bordo foi propositada

Dados da investigação sobre a queda do Boeing 737-800 da China Eastern Airlines mostram que…