Começou a corrida ao óleo de girassol 

A guerra na Ucrânia compromete mais do que o fornecimento de gás e petróleo à Europa. O país, como fundamenta a notícia da EuroNews, é também um dos mais importantes fornecedores de cereais e óleos.

No caso de Portugal, segundo a Portugal Foods, no ano passado, as importações com selo ucraniano foram de quase 300 milhões de euros. Mais de metade dizem respeito à importação de cereais, sobretudo para alimentação animal. A Ucrânia é o maior fonecedor de milho ao mercado português, mas a quota de óleo de girassol é também significativa.

Pub

Em Itália, o peso do fornecimento é ainda maior. Nos dois últimos anos, a o país importou cerca de 298 mil toneladas de óleo de girassol - e 91% vieram da Ucrânia.

Em Espanha, muitos supermercados já começaram a racionar o produto e a impôr limites à quantidade de garrafas de óleo por cliente.

A Ucrânia é um dos maiores produtores de sementes de girassol e derivados do mundo. Março é precisamente o mês de sementeira desta flor que é também o símbolo da Ucrânia.

A guerra e a falta de fertilizantes vindos da Rússia podem comprometer a sementeira e com isso a próxima colheita.

Pub

Pub
Mais em diariOnline TV
Edifício Multiusos e Antigo Casino marcam a cidade de Quarteira (c/vídeo)

No Dia em que a cidade de Quarteira completou 23 anos, foram apresentadas obras emblemáticas…

“Para a nova ponte já recebemos algum dinheiro que o PRR nos enviou…” Osvaldo Gonçalves / CM Alcoutim (c/vídeo)

A ponte entre Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana, sobre o rio Guadiana, integrada no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e anunciada pelo

Lago de Alqueva recebeu o Campeonato da Europa de Formula Windsurf (c/vídeo)

A ausência de vento não permitiu a realização de regatas em número suficiente para validar…

Windsurf: Tudo em aberto na disputa pelo título de Campeão da Europa (c/vídeo)

O Campeonato da Europa de Formula Windsurf que se disputa no Alqueva continua a “sofrer”…