A viatura da GNR destinada ao transporte de órgão (Foto: TVI24 in Autoportal)

GNR salva vidas transportando mais de 3.100 órgãos

No dia em que se comemora o Dia Mundial da Saúde, 7 de abril, a Guarda Nacional Republicana (GNR), não pode deixar de assinalar a sua envolvência na missão diária de salvar vidas, mais especificamente no transporte de órgãos.

Desde 1994, através da sua valência de trânsito, a GNR desempenha a missão de transporte de órgãos entre vários centros hospitalares, pelo que após o contacto da Unidade de Saúde que detém o órgão a ser transportado, a GNR mobiliza de imediato uma patrulha de trânsito que fará o transporte do órgão, nas condições térmicas exigidas, até ao bloco operatório da unidade hospitalar requisitante, no mais curto espaço de tempo.

Pub

Desde 2008, a GNR já realizou 3.183 transportes, empenhando cerca de 6.181 militares e percorridos mais de 630 mil quilómetros, destacando os quatro distritos com mais transportes requisitados:

  • Lisboa: 693;
  • Setúbal: 522;
  • Coimbra: 462;
  • Viseu: 292.

Em 2022, a GNR já registou 68 transportes de órgãos, empenhou 126 militares e percorreu 16 667 quilómetros.

A qualidade e segurança da transplantação de órgãos depende do tempo necessário para o seu transporte, competindo assim à GNR, e em respeito das condições de segurança, chegar ao destino no menor tempo possível, contribuindo deste modo para o salvamento de mais uma vida.

Pub
Mais em Nacional
Reforço de meios de combate a incêndios no terreno até dia 31

O dispositivo especial de combate a incêndios rurais (DECIR) para este ano, conforme definido pela…

Língua Portuguesa é a quarta mais falada no mundo

Idioma é usado por 260 milhões de pessoas O Instituto Camões informou hoje, 5 de…

CNN: Marcelo pediu mais meios para as forças armadas e “consenso nacional” (c/vídeo)

Presidente da República centrou nas forças armadas a sua intervenção na sessão solene que assinalou…

DGRM efetua venda antecipada de Alabote congelado apreendido

A Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos vai promover uma venda antecipada de 743 kg de Alabote apreendido.