A DECO INFORMA: “Reagir ao aumento de preços”

Todos reconhecemos que vivemos tempos de grande incerteza. Se por um lado ainda não deixámos para trás a pandemia, com todos os efeitos negativos que teve na nossa saúde física e financeira, por outro vemo-nos agora perante um conflito armado no coração da Europa, entre o maior exportador de energia e o maior exportador de cereais no continente europeu, desencadeando um aumento dos preços que se refletem na nossa vida diária.

Quando o preço de matérias-primas básicas, como a eletricidade ou a gasolina, aumenta isso implica que os custos das empresas com a produção ou transporte de mercadorias também aumentem e esse custo é acrescido ao preço final do produto vendido ao consumidor.

Pub

Contudo o aumento dos preços não é acompanhado pelo aumento dos rendimentos dos consumidores, o que se traduz numa perda do poder de compra.

É tempo de repensar as nossas finanças, adote novos hábitos de consumo!

Saber quanto paga pelo seu serviço de telecomunicações ou eletricidade, verificar se esses serviços são adequados às suas necessidades, renegociar contratos para reduzir valores são um bom começo.

No entanto, é necessário que adote novos comportamentos que lhe permitam ser mais eficientes a economizar.

Pub

Deixamos algumas dicas que podem desenvolver com a sua família:

  • desligar aparelhos que ficam em stand-by,
  • optar por lâmpadas LED,
  • na hora de escolher equipamentos eleger os de classe energética A,
  • fechar as torneiras enquanto lava os dentes ou ensaboa as mãos,
  • preferir duches em vez de banho de imersão.
  • Sabia que se optar por lavar a sua roupa a 30ºC em vez de 60ºC vai gastar menos 60% de energia? E que a utilização de redutor de caudais nas torneiras permite uma poupança de água de 80%?
  • Faça uma lista de compras onde identifica aquilo que precisa, evitando gastar mais do que necessário.

Se enfrenta dificuldades ou pretende evitar a rutura do seu orçamento, a DECO presta aconselhamento e orientação na gestão das suas finanças pessoais e apoia o consumidor sobre-endividado, através do nosso Gabinete de Proteção Financeira. Peça apoio através do endereço www.gasdeco.net.

Para ler o artigo anterior publicado pela DECO Algarveclique aqui.

Pub
Mais em Consultório do Consumidor
E se o bem é expedido, ainda que não pedido, será que o preço é devido ?

E há quem caia na “esparrela” e entenda pagar, satisfazendo a pretensão do fornecedor. E por pruridos outros que não cabe analisar na

A DECO INFORMA: “Pirataria, contrafação e impactos na economia”

Vivemos num mundo global que, apesar de ser cada vez mais tecnológico, continua a registar enormes disparidades sociais, culturais,

WORTEN: mas que “despautério”!

Das Condições Gerais dos Contratos  oferecidas em geral à massa de consumidores pela WORTEN, S.A., consta do § 2.º – cláusula 13 -, sob a

A DECO INFORMA: “Positive and Sustainable Lifestyles – o novo projecto europeu em que a DECO participa.”

PSlifestyle – Positive and Sustainable Lifestyles – é o novo projecto europeu em que a DECO participa. Queremos convidar os portugueses a ter