Parlamento
(Foto de Arquivo)

PCP “solidário” leva luta dos enfermeiros algarvios ao parlamento

O PCP manifestou-se hoje “solidário” com a luta dos enfermeiros no Algarve, prometendo apresentar propostas “que vão ao encontro das suas reivindicações” no debate parlamentar sobre o Orçamento de Estado para 2022.

“O PCP saúda a luta dos enfermeiros no Algarve e manifesta apoio às justas reivindicações destes trabalhadores visando a valorização das carreiras e das profissões, o aumento dos salários, o pagamento de horas de trabalho não pagas e o respeito pelos compromissos assumidos pelo Governo – por intermédio do CHUA e da ARS Algarve – designadamente em relação às progressões na carreira. Reivindicações que são inseparáveis do reforço do Serviço Nacional de Saúde, seja na região, seja no país”, garante, em comunicado, a Direção da Organização Regional do Algarve (DORAL) do partido.

Pub

Na “expressiva greve” promovida esta quinta-feira pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, uma delegação do PCP – que contou com a participação de Celso Costa, membro do Comité Central – marcou presença na concentração que se realizou junto ao Hospital de Faro, onde teve a oportunidade “não apenas de saudar a luta destes enfermeiros – cuja greve teve uma ampla adesão – mas também de expressar a sua solidariedade com os mesmos”.

Num momento em que se encontra em discussão a proposta de Orçamento do Estado para 2022, o PCP frisa que “não deixará de intervir com as suas propostas, visando responder às reivindicações dos enfermeiros do Algarve e do país”. “Uma intervenção que se fará, mesmo sabendo que o Governo PS, em nome da falácia das contas certas, prefere manter o país atrelado às imposições da UE e dos grupos económicos, em vez de responder ao que é preciso: a valorização dos trabalhadores e dos serviços públicos”, apontam os comunistas.

O PCP “não só não esquece” o papel dos enfermeiros, como dos restantes profissionais de saúde, na defesa do SNS, “como aliás ficou evidente durante o período mais agudo da epidemia”, como reafirma o seu “compromisso de sempre” com a valorização do trabalho e dos trabalhadores, a garantia do direito à saúde, a melhoria das condições de vida e o desenvolvimento do país.

Pub
Mais em Política
CHUA
Chega organiza vigília pela construção do Hospital Central do Algarve

O Chega vai organizar uma vigília pela construção do Hospital Central do Algarve, no próximo dia 27 de maio, em redor das atuais instalações

Parlamento
PS apresenta proposta de alteração ao OE2022 para apressar Hospital Central do Algarve

Os deputados do Partido Socialista (PS) eleitos pelo Algarve apresentaram uma proposta de alteração do Orçamento do Estado para 2022 para

Chega
Deputado eleito pelo Algarve ouviu órgãos distritais do Chega

Pedro Pinto, deputado do Chega eleito pelo Algarve, esteve na sede regional do partido, em Faro, na passada sexta-feira, 3, para ouvir os

Bloco de Esquerda organizou Fórum da Água

Decorreu no passado dia 7 de maio no Centro Autárquico de Quarteira o Fórum da…