Ana Sofia Brito apresenta “O Homem do Trator”, em Lagoa

A Biblioteca Municipal de Lagoa apresenta o Livro de Poesia “O Homem do Trator” de Ana Sofia Brito, pelas 19h30, na sala Polivalente e terá a apresentação de David Roque. A entrada é gratuita sujeita à lotação de lugares.

Em "O Homem do Trator", encontra as situações do dia-a-dia que não consegue ignorar ou esquecer. «São fragmentos de vidas que capturo e nos quais a minha imaginação permanece pairando agitada até à tentativa de tradução», diz a autora. «É como se fossem momentos cujo esquecimento me deixaria mais pobre», adianta.

Pub

A apresentação da obra ficará a cargo do Professor David Roque e com cmomentos poético-musicais em projeção de João Caiano.

Ana Sofia Brito, nascida em Albufeira, em 1983, começou a fazer teatro aos 16 anos na companhia Os Guizos, iniciando-se na mesma altura, como artista de rua, com números de circo.

Frequentou a escola de circo do Chapitô, em Lisboa, estudou Serviço Social em Coimbra, antes de regressar a Albufeira com 21 anos. Na sua cidade colaborou durante mais de uma década com a companhia CTC, incluindo no Festival T.

Em 2014 foi para a Moveo, em Barcelona, estudar teatro físico, compondo a sua primeira peça de palco, "O Grito". No ano seguinte levou o seu espetáculo Internal Flame numa digressão por festivais universitários da Índia.

Pub

Nos últimos cinco anos, entre outras atividades, passou pelo programa televisivo Got Talent Portugal (foi semifinalista), estudou música e escrita criativa, participou em várias peças como atriz e criou o seu segundo espetáculo de palco a solo, Aurora, que completou cerca de 370 representações em todo o país.

Nos versos que escreve, Ana Sofia Brito procura dar voz a quem não a tem, procura uma ligação entre os invisíveis e o resto do mundo. «É como se tivesse o poder de eternizar algo que sem isso seria esquecido», partilha, assinalando que «é esse o poder do contador de histórias, trazer o invisível para o campo de visão de quem lê». 

A poesia traz-lhe a noção de atenção, de observação, de eternização de um pensamento ou ideia. Para si, «essa é a maior riqueza de estar vivo, prestar atenção à própria vida e aprender com todas as imagens que ela nos traz».

Pub
Mais em Artes & Espetáculos
ALMUSA dá concertos de música clássica e contemporânea em Loulé e Boliqueime

A ALMUSA – Associação de Música estabelecida em Boliqueime, no concelho de Loulé, vai realizar nos dias 23 e 24 de junho, dois concertos de

“Artes” dos alunos da Secundária de Silves na Biblioteca Municipal

A Biblioteca Municipal de Silves tem patente até ao final de maio a exposição “ARTES”….

Arvad Wine dinamiza evento em Lagoa celebrando “a vida”

Tchin! Tchin! será uma celebração da vida, qua acontece no sábado, dia 21 de maio, das 16h00 às 21h00, no espaço da ARVAD Wine, em Lagoa.

“Conta-me Estórias” em Silves é cancelada

A peça de teatro infantil “Conta-me Estórias”, agendada para hoje, dia 15 de maio, no Teatro Mascarenhas Gregório, em Silves, foi cancelada.