Comando

Proteção Civil do Algarve realiza ações com máquinas de rasto

O Comando Regional de Emergência e Proteção Civil (CREPC) do Algarve dedicou uma semana à otimização do empenhamento de máquinas de rasto em incêndios rurais.

Ao longo da passada semana, e no âmbito do programa regional de treino operacional do Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro (SIOPS), em particular a fase de aprontamento do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) do Algarve, realizaram-se ações específicas para quem tem a responsabilidade de mobilizar, empenhar e controlar estes meios técnicos nos teatros de operações.

Pub

Neste âmbito, foram desenvolvidas jornadas de trabalho, dirigidas aos coordenadores e técnicos dos serviços municipais de Proteção Civil, capacitando as autarquias para a escolha assertiva das máquinas de rasto a mobilizar/contratar e preparando os seus operacionais para sustentar logisticamente estes meios no terreno.

Por outro lado, foram ainda envolvidos os oficiais-bombeiros e chefias dos Bombeiros, reforçando a capacidade de comando e controlo dos setores funcionais que congregam esta valência no âmbito do Sistema de Gestão de Operações (SGO).

Este foi um tema transversal às diferentes ações de treino operacional ao longo do último semestre, especialmente para quem assume funções de comando e tarefas de Estado-Maior nas diferentes etapas de uma operação de proteção e socorro.

Pub
Mais em Sociedade
Dia Internacional dos Museus assinalado em Albufeira

Depois de amanhã, 18 de maio, o Museu Municipal de Arqueologia de Albufeira assinala o…

Ciclo de conferências “Filosofia na Cidade” está de regresso

Papel das mulheres na música ao longo da história dia 27 de Maio, às18h00, no…

Homem detido por roubos em Loulé

O Comando de Faro, através do Núcleo de Investigação Criminal de Loulé, no dia 12 de maio, deteve um homem de 45 anos, por roubos, em Loulé.

Atropelamento na EN125, em Loulé, faz duas vítimas mortais – CNN

Duas mulheres, mãe e filha, morreram este domingo num atropelamento na Estrada Nacional 125, nas Quatros Estradas, concelho de Loulé, disse