Caçadores asseguram a limpeza de 400 ha nas Terras do Infante

A Associação de Municípios Terras do Infante celebrou contratos-programa com sete Clubes ou Associações de Caçadores, com área de intervenção e influência nos concelhos das Terras do Infante.

A Associação tem vindo a incrementar este tipo de colaboração que resulta num aumento significativo da limpeza da floresta, por se tratarem de gestores de proximidade de grandes áreas de territórios rurais no âmbito das suas atividades de gestão cinegética, com conhecimento muito específico destes mesmos territórios.

Pub

São assim desmatadas e limpas grandes áreas, e, em simultâneo, criados campos de alimentação e bebedouros para diversas espécies cinegéticas.

Diz a associação que «estas intervenções complementam, em muito, as várias intervenções realizadas pelas empreitadas das Terras do Infante, pelos seus sapadores florestais e pelos respetivos municípios em termos de Rede Primária e de Rede Secundária, numa perfeita articulação e complementaridade no que à prevenção estrutural a fogos rurais diz respeito».

São também criadas descontinuidades dos combustíveis vegetais existentes em locais estratégicos, validados pelas estruturas de Proteção Civil locais e pelo Gabinete Técnico Florestal, com base na Cartografia de Perigosidade de incêndio rural e avaliação da carga e continuidade dos combustíveis.

Contempla a instalação de parcelas de gestão de combustíveis, de faixas laterais de segurança de caminhos rurais e beneficiação de plataformas de circulação de caminhos rurais e aceiros, estando a ser equacionada ainda a construção de Ponto de Água estratégico para ser utilizado pelos meios de combate a incêndios.

Pub

Representando um investimento total de 106 625,00 €, serão intervencionados cerca de 400 hectares.

Pub
Mais em Ambiente
Culatra
Protótipo de dessalinização não intrusiva para a Ilha da Culatra vence concurso

O projeto «Culatra2030 – Non intrusive water desalination», coordenado por investigadores do Centro de Investigação Marinha e Ambiental

Aspirante Geoparque apresenta “Plantas Invasoras” nas escolas de Albufeira

O aspirante Geoparque Algarvensis, constituído pelos municípios de Loulé, Silves e Albufeira, assina a ação…

Loulé: Conselho de Ação Climática com novas sinergias

Passados dois anos, o Conselho Local de Acompanhamento da Ação Climática do Município de Loulé,…

Loulé adere à “Semana das Espécies Invasoras”

De 22 de maio a 3 de junho, o Município de Loulé envolve-se na realização…